segunda-feira, julho 19, 2010

Depoimento de uma sobrevivente: há vida após São Paulo

Bom dia a todos !!! Para pessoas que, como eu, acordam com um certo mau humor, segunda-feira é sempre pior...ainda mais depois de um fim de semana revelador como o que passei. Sábado, dia 17, fez 2 meses que me mudei realmente para Rio Preto...tanto que há um mês escrevi um post de feliz aniversário de 1 mês, listei prós e contras, os quais continuo endossando...mas o bizarro foi que passei o meu "segundo aniversário" da mudança em...São Paulo !!! ahahaha


Sim, por causa do trabalho fui a São Paulo na quinta-feira a noite. Saí daqui às 18 horas de ônibus e fui...chegar 11 e pouco da noite na rodoviária da Barra Funda como visitante foi tão estranho, mesmo tendo uma recepção calorosa ao descer a rampa! Ao transitar pelas ruas de São Paulo e chegar ao apartamento da minha prima com minha malinha, me dava impressão de ser outra cidade e não aquela onde morei tantos anos, onde há 2 meses eu tinha uma vida!

Eu sou assim, mudo de cidade, de casa, levo todas as lembranças e pessoas, mas "viro a chavinha" do momento, e vivo intensamente a nova vida, tendo certeza de que a antiga passou. Posso até voltar a morar na mesma cidade um dia, mas será um outro momento, uma nova vida. Sábado a noite me perguntaram: "Das cidades que você morou, qual você mais gostou?". Esta é uma pergunta sem resposta, ou melhor, assinalo a alternativa: "todas as anteriores". Como diria Chico Buarque "amei daquela vez como se fosse a última", e sei que todas tiveram defeitos e qualidades, assim como as pessoas que passaram na minha vida em todos estes momentos e cidades.

Aí você pensa: "nossa, como ela é bem resolvida, não?"...Não, admito minhas fraquezas, e principalmente meu lado emocional fortíssimo, prova esta é que não consegui ir ao meu apartamento nestes 4 dias que fiquei em São Paulo. Tudo bem que quando cheguei ele estava ocupado pelo meu irmão, mas no final de semana estava liberado, e eu saí da casa da minha prima e fui pra casa da minha sobrinha, nem cogitei ir para aquele antigo endereço cheio de memórias em Moema. Ainda não estou preparada para encará-lo vazio, sem minhas coisas...e nem para olhar meus amigos porteiros, manobristas e camareiras...e muito menos remoer sozinha os momentos que vivi ali...loucura isso? Não, apenas humano...

Enfim, algumas fugas naturais no final de semana, outros encontros e conflitos inevitáveis, mas sobrevivi e voltei muito feliz para Rio Preto no domingo, pois meu momento atual é aqui, e está sendo uma delícia...mas fica a sensação de que, aquela cidade louca que me "trouxe ao mundo", será sempre muito especial para mim e nunca estará fora dos meus planos futuros, seja para trabalho, passeios, férias, visitas ou mesmo para reiniciar uma nova vida...nunca se sabe !!! Assim como qualquer outro lugar do mundo !!! O importante é estar aberta às oportunidades da vida, onde quer que elas estejam...

Beijos a todos e uma semana abençoada !!!

P.S. Tinha escrito um post na quarta da semana passada, mas foi perdido pelo blogspot...tentei me "re-inspirar" mas tá difícil...porém não queria deixar o assunto passar batido, apesar dele já estar um tanto "defasado"...devo postar mais tarde, porém não com a qualidade desejada e por isso já peço perdão antecipadamente...rs

Um comentário:

  1. Fer,sampa sempre estará de braços abertos prá vc,é a sua cidade..Eu confesso que esses 15 dias que passei aí em Rio Preto,foram no minimo diferentes,peixe fora d´agua.É iso,o futuro dirá,ou não,haha

    ResponderExcluir